Lagunas Escondidas, Deserto do Atacama

September 19, 2017

Não são todas as agências de turismo que oferecem este passeio, é um local descoberto mais recentemente e muitas pessoas não o incluem na lista, pois tem poucos dias no Atacama e preferem fazer os passeios principais. Foi uma loucura para conseguir fazer este tour. Na parte da manhã fizemos os Gêiseres e tínhamos a tarde livre para passear na cidade, mas eu já tinha lido sobre este lugar e queria muito conhecer as Lagunas Escondidas.

 

 

Então fomos para a cidade procurar alguma agência que oferecesse o passeio para aquele dia, mas já eram três horas da tarde e na maioria  dos lugares, os passeios saiam as duas horas da tarde para este tour, até que achamos uma boa alma que nos ajudou a ligar para várias agências e descobriu uma que ainda estava com a van no estacionamento. Resumindo, tivemos que sair correndo sem almoçar para alcançar a van e ainda paramos no nosso hostel para pegar a mochila com as roupas de banho e um resto de saco de batata chips, pois não havíamos planejado entrar na água naquele dia.

 

A agência Bajo la Sombra del Sol, foi uma ótima surpresa. É uma agência muito pequena com um guia super simpático e que nasceu na região, pena que quando o conhecemos, já tínhamos fechado todos os passeios com outras agências. O caminho até chegar as Lagunas é um pouco demorado e com bastante terra, fazendo a van balançar durante todo o trajeto.

 

O que mais me surpreendeu, foi uma placa de sinalização que avistei durante o trajeto. A placa falava para os visitantes tomarem cuidado com a região ao redor da estrada, pois ainda continham muitas minas terrestres colocadas lá na época da ditadura militar. Ao chegar ao local, você pode passear por 7 Lagunas e entrar somente em duas que são próprias para o banho, a primeira e a última, sendo esta a maior delas. A coloração azulada das Lagunas chama bastante atenção e como fui no inverno, a temperatura da água estava muito gelada,  em torno de uns 10°C. 

 

Depois de muitos minutos, acabei tomando coragem e entrei na Laguna! Mas não dá para ficar mais de 5 minutos. Além da temperatura da água ser super fria, a Laguna possui alta concentração de sal e em algumas pessoas pode causar irritações na pele.

 

A experiência é super diferente, pois você não consegue afundar na água! É importante tomar cuidado para não mergulhar a cabeça na água e nem entrar com machucados, pois a água é muito salgada e pode causar ardência na pele. Na entrada das Lagunas existem alguns chuveiros e vestiários para que você possa tirar o sal e trocar de roupa, mas eles ficam bem longe da última Laguna. Então você tem que andar uns 800 metros com o corpo cheio de sal para conseguir chegar aos chuveiros que também possuem água gelada. 

 

Outro passeio no Atacama que lembra bastante esse, é o passeio para a Laguna Cejar, no qual também é possível entrar em uma Laguna que não afunda. A entrada para a Laguna Cejar é bem mais cara, custa 17.000 pesos chilenos, já para as Lagunas Escondidas custa 5.000 pesos chilenos. Então se você quiser muito a experiência de entrar em uma Laguna que não afunda e quiser economizar, essa pode ser uma boa opção.

 

 

>>Se você quiser saber mais sobre este passeio, clique aqui. 

 

Depois da chuveirada, todas as agências foram embora e a nossa se preparou para realizar um lanche de final de tarde com vista para a primeira Laguna a apreciar o pôr do sol. Foi ótimo, pois estava só o nosso grupo apreciando aquela vista maravilhosa, degustando um queijo de cabra (feito no dia anterior em um vilarejo próximo), tortilhas com guacamole e tomando uns bons drinks, o famoso Pisco Sour, típico da região. 

 

Informações:

 

  • Tempo de duração: 14:00 às 19:00

  • Agência de turismo: Bajo la Sombra del Sol

  • Época do passeio: Agosto/17

  • Valor do passeio: $15.000 + $5.000 pesos chilenos por pessoa para entrar nas Lagunas (estudantes pagam 3.000 pesos chilenos).

  • O que levar: óculos de sol, água, chapéu, protetor labial, protetor solar, biquíni/sunga e toalha (no inverno levar também gorro, luvas, cachecol, corta frio, casaco, sapato próprio para caminhada).

  • Dicas: Se sentir problemas com a altitude, não se esqueça de comprar no Centro folhas ou balas de coca.

 

>> Se você quiser ver todos os posts sobre o Deserto do Atacama, clique aqui. 

 

 

Facebook
Twitter
Curtir
Please reload

Informações básicas sobre Mendoza

O que fazer no Centro de Buenos Aires?

Porque visitar a Região de Palermo?

1/1
Please reload

POSTS Relacionados

© Copyright 2017, All Rights Reserved to Juntando as Malas.