Valle de la Luna, Deserto do Atacama

Por ser o passeio mais próximo da cidade, é oferecido por todas as agências de turismo e por isso é um dos locais mais conhecidos do Deserto do Atacama. Normalmente, ele ocorre na parte da tarde e é um bom programa para se acostumar com a altitude, pois está a 2.400 metros acima do nível do mar, na Cordilheira do Sal, enquanto os outros já estão a mais de 4.000 metros.

A primeira parada foi para apreciar a vista da Pedra do Coyote. Todas as agências costumam parar neste local, pois era um dos pontos preferidos dos turistas para tirar aquelas fotos pulando na beirada da pedra. Hoje em dia, a área está interditada por questões de segurança por conta de uma rachadura na pedra.


A segunda parada foi o Valle de La Muerte que possui uma paisagem indescritível, parece que você está em um daqueles filmes que se passam em Marte em um cenário com muitas dunas e um paredão de pedras. A sua paisagem se modifica a cada segundo devido ao vento e as mudanças de temperatura.



De acordo com o guia, o Valle de La Muerte possui esse nome, devido a um pesquisador jesuíta que estudava o local e percebeu a grande semelhança do local com Marte. O jesuíta tinha um forte sotaque estrangeiro e com isso ao pronunciar Valle de La Marte, os locais entenderam como Valle de La Muerte. Rs..

A última parada foi o Valle de la Luna. Lá, subimos a Duna Mayor, a maior das formações de areia da região para apreciar o lindo pôr do sol. Observando a paisagem, é possível ver os dois vulcões ativos do Chile, o vulcão Láscar e o vulcão Licancabur. A vista é realmente incrível, não há palavras para descrever a beleza das dunas mudando de cor conforme o entardecer.

Enquanto o sol vai descendo, as dunas e o céu vão passando por vários tons de roxo e rosa com a lua bem ao fundo. Foi um final de tarde fantástico! Ainda melhor, pois não tinham outras agências de turismo ali e conseguimos apreciar a paisagem só com o nosso pequeno grupo. Assim que o pôr do sol terminou, fomos embora e a agência nos deixou no Centro.

Informações:

  • Tempo de duração: 15:00 às 18:30

  • Agência de turismo: Grado 10

  • Época do passeio: Agosto/17

  • Valor do passeio: $10.000 + $3.000 pesos chilenos para entrar no Valle de La Luna (esse valor foi fechado ainda no Brasil, com desconto por fechar outros passeios com a mesma agência).

  • O que levar: óculos de sol, água, chapéu, protetor labial, protetor solar (no inverno levar também gorro, luvas, cachecol, corta frio, casaco, sapato próprio para caminhada).

  • Dicas: Se sentir problemas com a altitude, não se esqueça de comprar no Centro folhas ou balas de coca.

>> Se você quiser ver todos os posts sobre o Deserto do Atacama, clique aqui.

POSTS Relacionados

© Copyright 2017, All Rights Reserved to Juntando as Malas.