Onde comer em Santiago, no Chile?

Santiago, capital do Chile é conhecida por sua maravilhosa gastronomia. Pena que só fiquei 1 dia e meio na cidade e não deu tempo de ir em mais restaurantes, mas vou listar os lugares imperdíveis que você não pode deixar de conhecer na sua viagem.

  • Bocanariz

Localizado no bairro de Lastarria, o lugar é referência para os amantes de um bom vinho. Sua carta de vinhos foi premiada pelo terceiro ano consecutivo como uma das melhores do mundo, pela revista internacional Wine Spectator. Resolvemos conhecer o restaurante, pois olhamos no Tripadvisor e sua colocação estava em 10° lugar no ranking em Santiago com um ótimo custo benefício. O lugar estava bem cheio e precisamos esperar vagar uma mesa. O ambiente é super aconchegante, decoração linda, possui uma extensa carta de vinhos, comida deliciosa e ótimo atendimento. Se você quiser conhecer alguns vinhos, vale a pena pedir os diversos tipos de menu degustação, compostos por três diferentes tipos de vinhos com preços variados.

Endereço: José Victorino Lastarria, 276.


  • Patio Bellavista

Inaugurado em 2006, o Patio Bellavista é um espaço ao ar livre com vários restaurantes, cafés e lojas, disputado tanto por turistas como por moradores locais. Além disso, o Patio também oferece também uma programação cultural com concertos, exposições, entre outros. Como o nosso tempo estava muito corrido, passamos no local somente para dar uma volta e não comemos em nenhum dos restaurantes.

Endereço: Constitución, 30 (metrô Baquedano).

Horário de funcionamento: de domingo à terça, das 10h às 02h/ quarta, das 10h às 03h/ quinta à sábado e vésperas de feriado, das 10h às 04h.

  • Mercado Central

Fundado em 1872, o local recebe diariamente, tanto visitantes quanto moradores locais que desejam comprar diversos tipos de frutos do mar pescados no litoral do país ou para almoçar/jantar em algum dos vários restaurantes. O prato mais diferente do local, é a Centolla, um caranguejo gigante. Por ser um caranguejo típico do Chile, os valores do prato são bem caros, mas vale super a pena experimentar.

Para comer a famosa Centolla, fomos no restaurante localizado no interior do Mercado, o El Galeon. Para pedir a Centolla, prepare o bolso, mas se quiser outras opções, o cardápio possui uma grande variedade de pratos e preços mais baratos . Para almoçar, pedimos uma Centolla pequena que acompanhava batata frita e um molho, além de uma garrafa de vinho. O valor total foi de 43.678 pesos chilenos (aproximadamente R$240,00 para duas pessoas), de acordo com a cotação do dia e deu para servir bem duas pessoas que não estavam morrendo de fome. Se você estiver em um grupo maior de pessoas ou estiver com muita fome, existem outros tamanhos de Centolla, como média e grande. A carne é bem macia e saborosa, e a experiência é bem legal.

Quando pedimos, o restaurante nos trouxe um chapéu de cozinheiro para colocar e o caranguejo ainda estava “encolhido”. Ao chegar na nossa mesa, o garçom nos pediu para segurar a Centolla e tiramos várias fotos, aos poucos ele começou a abrir cada pata e a cortá-lo na nossa frente para comer.

Endereço: Ismael Valdes Vergara, 900 (metrô Cal y Canto).

Horário de funcionamento: de domingo à quinta, das 07:30h às 17h/ sexta, das 07:30 às 20h/ sábado, das 07:30 às 19h.

Valor: Entrada gratuita

>> Se você quiser ver todos os posts sobre Santiago, no Chile, clique aqui.

POSTS Relacionados

© Copyright 2017, All Rights Reserved to Juntando as Malas.